15/02/2016

Maçãs Envenenadas - Lily Archer




Um pouquinho sobre o livro

Mais um livro escolhido pela capa, que por sinal é linda! O título nos remete a mais uma releitura de contos de fada, mas não se iluda pois, o livro é uma história moderna sobre três enteadas e suas três madrastas.

É um livro Young Adult, excelente para aqueles intervalos entre leituras mais intensas e apesar de suas 320 páginas, a leitura é tão agradável que mais parecem 100 e quando acaba você fica com aquele gostinho de quero mais.
As três meninas são muito encantadoras. Talvez por seus dramas pessoais, fica muito fácil se apegar a cada uma delas. Além do drama, o livro tem boas doses de humor e até um pouquinho de romance, mas a principal mensagem que nos passa é de superação, amadurecimento.

É um livro narrado em 1ª pessoa, alternando os capítulos entre as três meninas.


Um pouquinho sobre a história

Em Maçãs Envenenadas vamos conhecer a filha de dois escritores famosos Alice Bingley-Beckerman, que tinha uma família feliz até perder a mãe para um câncer e conhecer a nova namorada de seu pai, a famosa atriz R. Klausenhook que, à primeira vista, é um encanto de pessoa. Alice é, das três a mais romântica e sonhadora de todas as meninas.

Tem também Reena Paruchuri, uma garota indiana, filha de um cirurgião cardíaco e de uma dona de casa. Ela se sente culpada pela separação dos pais, após descobrir que o pai está namorando a sua professora de Yoga, 10 anos mais velha que ela e 28 anos mais nova que o pai. Reena é de todas as meninas a mais determinada, ela nasceu pra ser popular.

Ela tem um irmão mais velho Pradeep Paruchuri que é uma simpatia de pessoa, o típico adolescente que vive tudo ao mesmo tempo e em cada citação tem um humor diferente.
E finalmente Molly Miller, minha preferida. A nerd da turma, filha de família humilde, bolsista, porém não menos sofredora que as outras. Com a separação dos pais, a mãe vai parar num sanatório e o pai casa-se com a balconista de seu restaurante, uma ex líder de torcida, mãe de duas menininhas.

Molly tem uma irmã de 10 anos, Spencer, que é o oposto de Molly, aspirante a líder de torcida.

Elas não têm nada em comum, fora o fato de suas madrastas parecerem saídas de contos de fadas. E todas vão estudar no melhor e mais caro internato existente Putnam Mount Mckisney, coincidentemente no mesmo alojamento. Duas no mesmo quarto – e se odeiam à primeira vista – e uma com a menina mais popular do internato – mais conflitos.

E as emoções começam. A forma como elas se conhecem, após tantos desencontros, a cumplicidade com que partilham suas dores, a cumplicidade, o surgimento do Maçãs Envenenadas – uma espécie de irmandade com o intuito de retomar o controle sob suas vidas, sem a interferência das madrastas – com direito a reuniões e tudo.

Isso é só um pouco do muito contido no livro. Ainda tem as peripécias das madrastas malvadas, cada qual com sua loucura diferente. Tem o primeiro amor de uma das meninas, tão perfeito que conseguimos sentir as emoções.

E claro o gran finale. Prepare-se para se surpreender, você espera que aconteça A ou B, mas nunca C e talvez isso que tenha tornado este livro tão legal. Uma leitura rápida, agradável, divertida e ainda nos ensina a enxergar uma situação em outra perspectiva. Recomendadíssimo!

Kisses da Mony!




Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Também li esse livro, mas foi ainda em 2014.
    Gostei muito dele, também e fiquei surpresa com o final :D
    Amei a resenha!

    Beijos invernode1996.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Onde você encontra tantas indicações boas?
    Eu preciso fazer uma lista de leituras.
    Amei esse!

    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout exclusivo do blog - Monykisses | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©